27 de fevereiro de 2020
Saiba como se valorizar Profissionalmente com as Dicas da nossa convida Rose Gonçalves no Programa Estética na TV. Assista agora o programa pelo nosso site http://esteticaenespana.es/

Programa Estética na TV mostra como se valorizar profissionalmente no mercado de Estética

A convidada dá várias dicas para crescer na profissão

Por Marisa De Lucia

O Programa Estética na TV, apresentado por Cristiano dos Santos, trouxe como convidada no dia 10 de novembro Rose Gonçalves, Personal e Professional Coach formada pela Sociedade Brasileira de Coaching e Practitioner em PNL (Programação Neurolinguística) formada pelo INEXH – Instituto Nacional de Excelência Humana, que trabalha com atendimento há 20 anos.

Rose Gonçalves, formada também em Comunicação Social, veio falar sobre o tema Como se valorizar profissionalmente no mercado de Estética. O primeiro passo para se valorizar, segundo Rose, é a preparação técnica. Ela comentou que existe uma polêmica nas redes sociais sobre cursos técnicos online na área da Estética e que, realmente é impossível você poder trabalhar sem ter a prática, sem saber a fundo sobre o corpo e suas funções.

Rose Gonçalves
Rose Gonçalves

Para Rose, o preparo técnico é fundamental, bem como a participação em feiras e congressos, para se inteirar das novidades e estar sempre à frente e a par do que está acontecendo no mercado de Estética, pois é muito importante conhecer os produtos e as performances. “Imagine a profissional não saber responder para sua cliente para que serve aquele tipo de tratamento. Por isso a necessidade de estar sempre estudando, se inteirando dos produtos e técnicas novas ‘ad aeternum’, aliás, não só na estética, mas em qualquer área”, disse ela.

Postura, vestimenta e aparência

Outra coisa fundamental, observou Rose, á a postura. Por isso, é muito importante você ter no Facebook uma página pessoal, onde você compartilha sua vida com amigos e familiares, e outra página profissional para seus trabalhos. Hoje, segundo ela, as empresas buscam teu perfil no Facebook para saber teu comportamento, nem mesmo teu currículo. “O teu comportamento online pode garantir ou não sua vaga de emprego”, alertou.

O uniforme, segundo Rose, é outra preocupação que o profissional deve ter. No caso do profissional de estética este uniforme tem que ser branco, não bege ou com bolinhas. “As pessoas olham como você está vestida, se suas unhas, seus dentes e cabelos estão limpos, pois isto compromete sua comunicação. E comunicação não é só o que você fala, é a sua postura, sua expressão facial, o tom de sua voz, pois você vai impactar apenas 7% com suas palavras. Tudo o que vem antes, vai impactar muito mais do que aquilo que você fala”, explicou Rose.

Em relação à participação em feiras e congressos, Rose falou que é muito importante se inteirar da importância do evento e sempre que for para crescimento profissional estar presente, mesmo porque nesses lugares  conta também o networking. Por isso, é muito importante ter um cartão de visitas, se apresentar, e não só nesses eventos como também em outros locais como em festas, clube, academia, até mesmo no supermercado. Surgindo um assunto ligado a beleza ou saúde, dê seu cartão, se apresente como esteticista, se promova, pois se você não se promove, quem vai te promover?”, comentou. E completou: “se você tiver conteúdo, claro”.

Valorização do teu trabalho

Segundo Rose, o cliente não se preocupa com o preço que está pagando, mas sim com o resultado que ele vai ter. Por isso, se você não se valorizar ele também não vai te valorizar. Para quem é formado, já fez faculdade, não dá pra cobrar apenas R$ 30,00 numa limpeza de pele. Veja quanto você investiu, quando você gastou para chegar onde chegou. Você não tem que se preocupar com preços, promoções e sim com a qualidade de serviço que você vai entregar para ele. Daí a necessidade de escolher o público com o qual você vai trabalhar, se A, B ou C.

Cristiano comentou que, em suas palestras, ele sempre fala que as mulheres não costumam fazer networking, pois têm medo que as outras são suas concorrentes quando, na verdade, existem muitas pessoas que querem ficar bonitas e a demanda é grande para o número de esteticistas que temos. O problema, explicou ele, é que com isso elas acabam criando essa competição diminuindo preços e perdendo, assim, a noção de valor do seu trabalho.

Rose falou também da importância de ter experiência no tratamento que vai fazer, oferecer produtos e serviços de qualidade, além de nunca deixar o celular ligado ou atender a cliente se estiver de mau humor. Neste último caso, observou Rose, é melhor nem ir trabalhar, pois a cliente não tem culpa. “Você tem que transformar o momento de atendimento à sua cliente num momento mágico, assim ela nunca vai te abandonar. Você conquista teu cliente passando teu conhecimento e experiência para ele com teu trabalho, por isso é preciso preparo técnico, preparo visual e espiritual”.

Segundo Rose, quem trabalha na área de beleza ganha quanto ela quer ganhar. Às vezes, a profissional decide cobrar pouco para ter muitos clientes, mas, na verdade, ela não vai dar conta de tantos clientes sozinha.

Quanto à valorização profissional, Rose disse que hoje existem muitas clínicas de estética, redes, franquias, por isso quando uma profissional aceita um valor de determinado empresário ela não pode reclamar. Em contrapartida, os empresários deveriam investir mais nestas profissionais, não só no que se refere ao salário, mas sim também em treinamentos. Alguns empresários, comentou Rose, têm medo de investir em treinamento e perder o funcionário, mas o pior é elas ficarem ali sem treinamento atendendo suas clientes.

Dicas de sucesso, segundo Walt Disney

Rose citou o livro As 7 chaves do Sucesso da Disney, que mostra que 70% das pessoas que vão a este parque de diversões voltam encantadas e vão novamente. Isto porque uma das chaves de sucesso é o entusiasmo. Na Disney tudo mostra entusiasmo, desde o ambiente, a apresentação do local, a apresentação pessoal e o entusiasmo de todas as pessoas que trabalham naquele espaço, desde a que serve o café, que manobra o carro, a moça da recepção, tudo conspira a favor para que o cliente tenha uma experiência positiva.

Ela recomendou a leitura deste case que conta a história de como começou a Disney, com muitos problemas como ter sido construída num pântano e seu idealizador Walt Disney ter morrido antes de sua conclusão. Enfim, o livro mostra que todas as pessoas envolvidas tinham o mesmo sentimento de amor pelo parque e por isso é que a Disney se tornou uma megaempresa e passou a ser objeto de estudo. Tanto que dentro da Disney existe uma faculdade, onde as pessoas vão estudar atendimento, vendas, logística etc.

Dentre as 7 chaves citadas no livro, comentou Rose, existem algumas que se destacam como: a importância de ter experiência, pois concorrente é qualquer empresa, não precisa ser do mesmo segmento, e quando a experiência é positiva o cliente lembra de você onde quer que ele vá. Outra chave é: ter múltiplos pontos de escuta, ou seja, você tem que ficar atento a tudo que teu cliente fala, prestar atenção no que as pessoas comentam ao teu redor, ficar atento ao que o teu concorrente está fazendo.

Por isso, disse Rose, não importa se você trabalha para uma clínica ou para você mesma, você tem que ter características para se fazer diferente e uma delas é a característica comercial, isto é, você tem que saber vender, não só produto, mas vender serviço, vender você. Isto porque a única pessoa que é capaz de acabar com teu negócio é teu cliente. “O Sam Walton, dono da rede Walmart, diz que ‘os únicos capazes de mandar todos os funcionários desta empresa embora são os meus clientes’, daí a importância da qualidade de atendimento que você vai dar para eles. E para isso é preciso ter conhecimento e experiência”, alertou. Cristiano comentou que mesmo que a cliente não pergunte sobre determinado produto ou tratamento, quando a profissional explica, ela passa muito mais segurança e confiança para ele.

Venda da linha de manutenção e peristência

Outro ponto citado por Rose foi a importância da venda da linha de manutenção. Segundo ela, muitas profissionais pensam que a cliente vai usar o produto em casa e não vai voltar para a clínica. “Temos que desmistificar isso, pois isso não é verdade. Ela vai voltar sim, porque ela não consegue aplicar o tratamento nela. E a cliente tem que entender que para manter aquele tratamento ela precisa ter uma rotina em casa, não só com atividades físicas, alimentação adequada e água, mas também com produtos. Se ela não compra de você, ela vai comprar de outra pessoa. Então, que seja você a vender pra ela”, enfatizou.

A questão da persistência, segundo Rose, também é muito importante porque não é fácil para quem está começando. “Se você não tiver persistência, planejamento, foco, não se preocupar com coisas essenciais para que você tenha sucesso na tua carreira, esquece. Você tem que começar estudando em locais que sejam sérios, instituições reconhecidas, que tenham profissionais sérios por trás. Investir em conhecimento, é fundamental, e este é um investimento que ninguém vai tirar de você”, disse.

Uma última dica que Rose Gonçalves deu antes de finalizar a entrevista foi uma das dicas de Brian Tracy, ou seja, “você só deve estar ao lado de pessoas que têm algo a acrescentar para você”, ou seja, estar ao lado de pessoas que possam te fazer crescer como profissional e como pessoa.

Para entrar em contato com Rose Gonçalves, basta ligar para (11) 9.8457-0085

Facebook:  facebook.com/roseassessoriaembeleza

 

 

Estética na TV

View all posts

1 comment

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

  • Gostei muito e concordo com muito do que a Rose falou e também ando com meu cartão..rs. Mas aqui na região que trabalho por mas persuasiva que seja eles consideram estética luxo…Mas não desisto pois amo o que faço.

Pin It on Pinterest

Share This