27 de fevereiro de 2020

Parcerias na Estética

Ter um negócio de estética de sucesso é um grande desafio. Atrair clientes e ter um agenda lotada é uma tarefa árdua, principalmente no inicio. Você precisará investir tempo e dinheiro na construção de uma carteira de clientes. Mas como fazer isso quando não se tem dinheiro sobrando? Há várias formas possíveis de fazer acontecer, E uma das alternativas encontradas para alavancar seu negócio de estética e que eu usei quando comecei a empreender, são as parcerias. Existem uma infinidade de possibilidades de fazer parceria na estética.

Saber fazer parcerias de forma assertiva, pode render a você muitos resultados com um investimento menor e as vezes até com investimento zero, principalmente no inicio onde você precisa de um empurrãozinho para a maquina começa a girar.

Mas para começar vamos entender…..

O que é parceria?

Parceria é toda relação comercial na qual ambas as partes saem ganhando com um trabalho em conjunto. Isso quer dizer que a partir do momento em que a sua clínica de estética oferece descontos para os clientes de um estabelecimento, isso já é considerada uma parceria.

Mas parceria não se limita apenas a um acordo entre estabelecimentos. Pode ser feito entre profissionais liberais, com seus clientes, com seus amigos e até com influenciadores digitais que estão na crista da onda no momento.

Porém, ainda que investir em parcerias seja uma ótima forma de alavancar o seu negócio, não é tão simples quanto parece. Confira a seguir alguns detalhes que vão te ajudar a ter mais clareza em relação a parcerias na estética.

O que preciso entender antes de fazer uma parceria?

Antes de fazer uma parceria, você deve ter em mente algumas etapas para fazer a melhor escolha. Afinal de contas, através dessa negociação, seu faturamento pode aumentar e muito se tudo funcionar bem.

  • Primeiro fator: Uma parceria para ser boa, tem que  ser boa  para ambas as partes, se só uma parte ganha, não é uma parceria e sim uma exploração.
  • Algumas vezes você vai se decepcionar. É normal, estamos lidando com seres humanos e nem todos estão com o mesmo empenho e a mesma garra. Mas por outro lado, em muitas vezes você vai ter muitos resultados e tudo vai fluir positivamente. Esqueça os infortúnios e foque nos resultados positivos.
  • Analisar o potencial do parceiro é primordial. Devemos procurar fazer parceiras com profissionais ou empresas equivalentes. Não adianta querer procurar parcerias com multinacionais, se você está começando agora e não tem uma moeda de troca forte. Se essa parceria acontecer, ótimo, mas será um ponto fora da curva. Parcerias com qualquer tipo de desiquilíbrio, principalmente de potencial de geração de resultados tendem a não ser longa, salvo em raras exceções. Se um lado ganha muito mais que o outro, então terá um desequilíbrio nos resultados. Significa que, ainda que os dois lados saiam ganhando, um dos lados vai se sentir injustiçado, se a diferença de geração de resultados da parceria for muito grande.
  • Outro ponto importante que deve-se entender é que nem sempre os resultados acontecem de um dia para o outro. Dependendo do serviço, o desempenho só é observado após algum período. Então escolher uma parceria não é garantia de sucesso imediato da sua estratégia, e é necessário ter paciência, mas sempre analisando a vontade da outra parte em fazer o projeto acontecer para não ficar uma vida esperando que os resultados apareçam.
  • Tenha em mente um objetivo que seja plausível em relação a parceria. Toda Parceria precisa ter uma meta bem estabelecida, até porque é através dessa meta que você vai medir se a parceria está sendo válida. Por exemplo você pode definir que ambos tem que indicar no minimo 3 pessoas por mês. Isso só como exemplo, e a meta pode variar de acordo com o tipo de parceria, mas o importante é que tenha se tenha uma métrica e que se analise o sucesso da parceria com base nela.
  • Você precisa se preparar para receber algumas respostas negativas para suas propostas de parceria. Como tudo na vida, há diversos desafios e passar por um “não” é um deles. E à medida que as negativas aumentarem, sua confiança pode diminuir. Se está tendo muitas respostas negativas, analise se a sua proposta está sendo feita da melhor forma, ou se ela é viável para a outra parte. Eu mesmo já recebi propostas ridículas de parcerias, onde só a pessoa iria ganhar.  Acima de tudo, ouça o que o outro lado tem a dizer. Isso explica muito sobre como está o mercado e a forma como você pode melhorar a sua proposta. Assim, fica mais fácil se aproximar assertivamente de um próximo possível parceiro.

Quando devo fazer uma parceria?

Para começar, você deve entender que parceria não é a salvação de um negócio. Apostar em parcerias não significa que essa será a unica estratégia e que você ira investir só nela em sua vida. A centenas de outras possibilidades e a parceria é apenas uma delas.

Lembre-se que parceria é um processo amplo e com detalhes que devem sempre trazer vantagens para os dois lados envolvidos. Esses benefícios podem ser negociados, mas é essencial que ambos saiam ganhando de alguma forma.

Uma das grandes dúvidas que vejo é em relação ao momento ideal para investir em uma parceria. O certo é que todo momento é momento de investir em uma boa parceria, desde que com critério. No inicio do negocio, ou até com o negocio maduro, uma boa parceria é sempre bem vinda e mesmo grandes empresas multinacionais investem em parcerias entre elas.

A vantagem dos negócios de estética é que atingem um grupo amplo de pessoas. Homens, mulheres, jovens, terceira idade e diversos perfis de públicos podem utilizar o seu serviço. Isso gera para você uma gama maior de possibilidades de parceiros. Mas é importante também saber qual o perfil de público que você deseja atender para não atrair clientes que não estejam alinhados com a sua proposta de trabalho.

Antes de pensar em uma parceria, você deve ter em mente o público que deseja alcançar e os meios disponíveis para isso. Podemos encontrar negócios que tenham relação com o seu tipo de empresa. Por exemplo, um salão de beleza pode ser parceiro de uma clínica de estética, pois ambos lidam com beleza. Ainda podemos apostar em academias, que investem na preocupação com o bem-estar e da autoestima através do corpo, de nutricionistas ou estabelecimentos comerciais da sua região. Mas se por exemplo você não atende o publico masculino, isso já diminui a gama de possibilidades, tendo que procurar por parceiros que tenham exclusivamente o publico feminino no seu portfólio.

E não podemos nos esquecer no seu empenho para tonar essa parceria um sucesso. E também da cobrança que deve realizar a outra parte, claro, sempre de maneira amigável, para que tudo saia bem. Uma dica é sempre deixar claro e mostrar seu empenho através de feedback a outra parte para que ela entenda que você está fazendo aa sua parte, influenciando ela a fazer a parte dela também, aumentando assim as chances de sucesso.

Importante salientar que você pode ter mais de um parceiro, mas é importante sempre ter a ideia clara da performance disso no seu negócio. Você vai perceber que algumas parcerias rendem mais resultados do que outros e isso é normal. Mas você só vai ter a real percepção disso através de análises constantes a respeito disso.

Como devo propor uma parceria?

Propor uma parceria não é um bicho de sete cabeças, mas exige muita atenção e planejamento. Para começar, analise os principais negócios que podem render ótimas parcerias. Liste tudo e entre em contato com as mesmas.

Tenha um material rico e bem apresentado, através de um midia kit elaborado por uma boa empresa de design gráfico para causar uma boa impressão ao tentar vender sua ideia. Além disso encha-se de auto-estima e apresente seu negócio com orgulho, mesmo que ele esteja no marco zero, afinal o negócio pode ser pequeno fora, mas dentro de você ele precisa ser gigante, e você tem que extrapolar isso na sua apresentação. Chegar na reunião falando manso e com vergonha não vai te levar a lugar nenhum.

Outro ponto importante é sempre investir em analisar o que será envolvido com a parceria. Será um brinde, desconto, ou vai repassar uma porcentagem de cada atendimento obtido a partir daquela parceria? Saiba todos os detalhes envolvidos nesse sentido, e faça sua proposta com foco no que seu parceiro vai ganhar e não no que você quer ganhar no parceiro. Ambas as partes devem sair ganhando, mas se o potencial parceiro entender que você está querendo tirar vantagem, logo ele vai desistir da ideia e te dará um sonoro não.

Outra dica importante: Faça um contrato por escrito, independente do tipo de parceria. Ou pelo menos coloque a proposta no papel e coloque os diretos e deveres de cada parte. Palavras voam, o que está escrito fica, e isso evita muito mal entendidos. Caso tenha algum problema, as informações são apresentadas de forma objetiva e assertiva. Outra dica é Estabelecer um período mínimo de parceria. Assim, você e seu parceiro terá uma base melhor de dados sobre a performance relacionada com aquela relação comercial. À medida que vai tendo essas informações, terá noção se deve ou não renovar aquela parceria.

Quais os tipos de parcerias que um profissional de estética pode fazer?

Uma das parcerias mais usadas na estética é com salão de beleza
Parcerias com Salão de beleza

Existem diversos tipos de parcerias que o seu negócio de estética pode investir. Vamos apresentar os principais e alguns pontos que podem ser destacados a partir da escolha desse parceiro.

Parceria com lojas: Que tal disponibilizar vouchers de tratamentos de estética para o dono do estabelecimento dar para seus melhores clientes, e assim  o parceiro enviar a ti seus clientes,  e dar a você a oportunidade de através de um tratamento gratuito, converter esse cliente da loja em seu cliente na clinica de estética?

Parceria com academia: A academia é muito interessante de se realizar uma parceria. Isso porque há um público frequente e constante naquela empresa, que pode ser impactado diariamente com aquela mensagem. Vale a pena investir em estabelecimentos próximos ao seu negócio. Você pode dar descontos para alunos da academia, fazer açoes dentro da academia ou ate atender em um espaço cedido dentro do estabelecimento.

Parceria com nutricionista: Especializado em proporcionar uma melhor relação da pessoa com a comida, o nutricionista pode ser um ótimo meio de divulgação. Por exemplo, se um paciente está em processo de emagrecimento, pode procurar sua clínica que é especializada em tratamentos de redução de medidas. E da mesma forma você pode indicar seus clientes para essa nutricionista. E de repente até ceder um espaço na sua clinica para ela atender.

Parceria com médicos: Esse é outro ponto importante que deve ser colocado em prática. Há diversos tipos de médicos que podem ser ótimos parceiros. Cirurgiões plásticos, endocrinologistas e diversos outros profissionais podem ser ótimos parceiros do seu negócio de estética. Especialmente quando se trata de um profissional renomado e com um tipo de atendimento que exige um tratamento auxiliar.

Por exemplo,  no caso cirurgião plástico, todo paciente que passa por uma cirurgia pode ficar inchado por causa da operação. Você pode ser indicada para realizar a Drenagem, e todos saem ganhando.

Parceria com digital influencers: Definitivamente essa é uma parceria com muito potencial. Não é difícil ver nas redes sociais celebridades ou musas fitness indicando clínicas e ainda explicando que seus seguidores ganham algum desconto ou benefício.

Mas investir em parcerias com digital influencers exige atenção e análise constante. Observe o potencial do influencer, seus números, engajamento do publico, etc. Outro ponto importante é entender como será a parceria. Destacando que quanto mais famoso for o digital influencer, mais difícil é conseguir fazer uma parceria com ele. Geralmente esse tipo de parceria é feito em permuta, onde você cede o tratamento em troca da sua exposição nas redes sociais do influenciador.

Lembre-se sempre se observar a mensagem que essa pessoa expõe nas redes sociais. Afinal de contas, a imagem daquela personalidade estará ligada à sua marca. Evite pessoas muito polêmicas, pois isso pode prejudicar a sua ação ao invés de ajudar de alguma forma a sua clínica.

Parceria com salão de beleza: Pessoas interessadas em melhorar sua autoestima através dos cabelos ou então fazer as unhas serão mais suscetíveis a receber o incentivo do parceiro. Nesse caso, invista em estabelecimentos com credibilidade. Isso faz com que a sua mensagem tenha mais valor e a parceria tenha mais valor para o cliente. Você também pode procurar por salões que cedam um espaço para você atender em troca de uma porcentagem de seu faturamento, parceria muito bem vista por quem está começando e precisando engrenar na estética.

Finalizando

O segredo de uma boa parceria está na capacidade de usar os meios disponíveis a seu favor. Se já tem algum negócio em mente para ter uma parceria, chegou a hora de realmente colocar em prática. Lembre-se que depende de você e são as estratégias nas quais você investir que renderão os resultados esperados para a sua clínica.

E se você quer saber mais sobre como aumentar o faturamento do seu negócio de estética através de parcerias, conheça o curso Como Fazer Parcerias na Estética, onde eu ensino sobre como fazer parcerias de sucesso, para assim aumentar seu faturamento e alavancar de uma vez por todas seus resultados na estética. Acesse em www.parceriasnaestetica.com.br. e saiba mais sobre parcerias na estética.

fonte: https://www.cristianodossantos.com.br/parceria-na-estetica/como-fazer-parcerias-na-estetica/

Estética na TV

View all posts

Adicione um Comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Pin It on Pinterest

Share This