18 de fevereiro de 2020



Programa Estética na TV falou sobre Limpeza de Pele Premium

A convidada Edy Guimarães trouxe dicas muito importantes

Edy iniciou a entrevista elogiando muito o Programa Estética na TV que, segundo ela, é uma verdadeira aula, tanto que as esteticistas acabam colocando em prática! “É uma entrevista muito detalhada”, observou.

Para Edy, uma limpeza de pele completa dura duas horas e o sucesso depende do diagnóstico da cliente. Isto porque futuramente a gente vai sugerir para ela um tratamento pós-limpeza de pele. “É na limpeza de pele que eu faço aquele diagnóstico visual e tátil. Algumas empresas de pele ainda têm aqueles analisadores de pele, que fazem um diagnóstico de pele, que deixa a cliente fica bem impressionada. Eu já aboli isso por conta de minha experiência, mas algumas colegas têm e com ele dá para ver a sujidade, as manchas, ou seja, é uma grande ferramenta para nós argumentarmos o quanto a limpeza de pele é importante”.

Edy explicou que na limpeza de pele que ela faz, ela usa um aparelho portátil alemão, digital, que detecta em 15 segundos se a pele da cliente está hidratada ou muito desidratada, quanto tem de água, seu pH, e ela faz, também, um diagnóstico olhando no rosto dela, fazendo um projeto específico para ela, analisando o todo, se tem algum pelinho fora do lugar, se tem manchas, se a sobrancelha está com aquele arco caído que deixa a pessoa entristecida, se tem flacidez.

“Vou fazendo minha análise, enquanto a cliente vai falando comigo. E vou preenchendo a ficha da anamnese, onde coloco seus comportamentos como, por exemplo, se ela vai a um dermatologista, o que usa no seu dia a dia, o que ela mais gosta nos cosméticos que usa. Tudo isso antes dela deitar-se na cadeira, porque elas trazem muitas informações importantes sobre ácidos já utilizados, enfim, gosto de saber todos os detalhes e sou muito prestativa em responder todas as perguntas dela antes de começar a extração”, observou Edy. Uma reclamação geral de suas clientes, segundo ela, é de que as limpezas de pele estão muito mecanicistas, parece que todas as esteticistas usam o mesmo protocolo, sem fazer uma análise detalhada como ela faz.

Em relação às clientes que têm acne, Edy Guimarães falou que jamais inicia o tratamento com uma limpeza de pele. Ela já alerta a cliente de que é necessário um tratamento, pois a maior preocupação é desinflamar aquela pele. Para uma acne de 3º ou 4º graus, Edy recomenda bastante os peelings, segundo ela, uma sabedoria milenar que funciona até hoje e vai sempre funcionar.

O peeling, segundo Edy, deve ser o ideal para aquela cliente, a partir de diagnóstico, e pode ser feito quinzenalmente, seguindo corretamente o protocolo, desde a higienização, a esfoliação que retira aquela parte queratinizada, desobstrui os poros e renova a pela permitindo uma extração com emoliência, até a aplicação de um laser de baixa potência. “O peeling permite um bom tratamento da pele acneica”, observou.

Edy Guimarães explicou que antes de proceder a limpeza de pele é muito importante saber o que a cliente usa em casa, pois muitas vezes ela está fazendo algum tratamento que contém ácido, o que deixa a pele extremamente sensível dificultando a extração. Nesse caso é necessário começar com alguns cuidados já na higienização. Por exemplo, é bom usar uma espuma de limpeza, um gel, que é menos alcalino que o sabonete, ter cuidado com o que vai limpar. Se a cliente usa ácido, ela não pode usar tônico, nem sem álcool, pois ela não aguentará a ardência. É preciso, portanto, pular algumas etapas. Em relação à extração, Edy disse que antes de começar usa um creme emoliente e citou como exemplos o óleo de melaleuca, a papaína, que deixam a pele sem ressecamento.

Estética na TV

View all posts

Adicione um Comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Pin It on Pinterest

Share This